Unidade de conservação
RVS Mata do Outeiro do Pedro

O Refúgio de Vida Silvestre (RVS) Mata do Outeiro do Pedro, primeiramente, foi definido pela Lei 9.860 de 12 de agosto de 1986 como Reserva Florestal ou Biológica visando à proteção das áreas necessárias dos mananciais de interesse da Região Metropolitana do Recife.

Todas as Áreas de Reserva Florestal e Biológica foram recategorizadas como Reservas Ecológicas pela Lei 9.989, de 13 de janeiro de 1987. Em 2011, mediante a Lei nº 14.324, a área foi recategorizada como Refúgios de Vida Silvestre. Em tal instrumento, mantêm-se as condições gerais de utilização e manejo dadas na redação das Leis citadas anteriormente, assim como as restrições e normas estabelecidas especificamente para cada categoria de unidade de conservação.

O RVS Mata do Outeiro do Pedro possui área de 51,24 ha. A criação dessa unidade atende a necessidade de uma preservação por configurar um refúgio para grandes aves e certos mamíferos de médio porte. Sua área, então, pode funcionar como um microcorredor ecológico entre sistemas florestais, para tais espécies.
A criação do RVS Mata do Outeiro do Pedro contempla os anseios da comunidade da região de São Lourenço da Mata de preservar reservas de Mata Atlântica do Estado de Pernambuco, possibilitando a realização de atividades de pesquisa científica, educação ambiental, ecoturismo e visitação pública.

O solo no RVS e em sua Zona de Amortecimento contém 6,66% de vegetação nativa e 4,85% em regeneração natural. Na Zona de Amortecimento as estradas ocupam 1,11%, o plantio de eucalipto ocupa 2,44% da área, porém a maior parte é composta por massa d’água (40,45%) e destinada a outros usos (44,50%), como, por exemplo: áreas de campo sujo com edificações, pastagens, capoeiras, pomar, vegetação secundária e áreas com árvores isoladas.

A área do RVS Mata Outeiro do Pedro é composta por áreas do antigo engenho Campo Alegre e Outeiro do Pedro. Atualmente parte de suas terras são de propriedade de Armando, cujo sobrenome e contato não podem ser identificados por negativa do proprietário. A outra porção, não se tem certeza de quem pertença. Atualmente o sopé do RVS e parte de suas áreas é ocupada por um grupo de pessoas que não soube determinar a época de assentamento, porém indicaram que algumas famílias já estavam na época em que o Engenho Campo Alegre funcionava.

A Mata Outeiro do Pedro está localizada na margem sul da barragem de Tapacurá abrangendo propriedades privadas, com área de 51,27 ha (Figura 1.37). Constitui um Outeiro (pequena elevação) cujas costas variam de 100 a 230 m e apresenta declividade superior a 30%. Sua importância de conservação é “Extremamente Alta” (CPRH, 2014).

Entre todos os refúgios analisados, o RVS Mata Outeiro do Pedro encontra-se bastante degradado, sobretudo dela pressão antrópica (desmatamento, queimadas, espécies exóticas).

As espécies arbóreas mais representativas no refúgio foram Vismia guianensis (Hypericaceae), Andira fraxinifolia (Fabaceae), Eschweilera ovata (Lecythidaceae), Tapirira guianensis (Anacardiaceae), Miconia cinnamomifolia (Melastomataceae), Cecropia pachystachya (Urticaceae), Mimosa bimucronata (Fabaceae), Elaeis guineensis (Arecaceae), Senna multijuga (Fabaceae), Guarea guidonia (Meliaceae), Schefflera morototoni (Araliaceae) e Caraipa densifolia (Clusiaceae).

Os estudos conduzidos no RVS Mata Outeiro do Pedro permitiram registrar seis espécies de mamíferos, vinte e duas de aves e dez de répteis. Anfíbios não foram verificados durante os trabalhos de campo na área, possivelmente em decorrência das condições secas dos dias de observação.

Dentre todos os RVS analisados, este é o que apresenta a menor riqueza de espécies, sendo ainda que todas as formas registradas são tidas como associadas a ambientes abertos (salvo no caso do sagui Callithrix jacchus e da juruti-pupu Leptotila verreauxi que, embora sejam essencialmente florestais, ocupam também bordas de florestas e áreas alteradas). De fato, esta UC apresenta-se essencialmente como uma grande área em processo de regeneração.

 

Endereço da sede provisória e Contatos
Instituto Agronômico de Pernambuco – IPA .
Av. Gen. San Martin, 1371 – Prédio Central – Ludoteca/Herbário – Bairro do Bongi Recife PE.
joselma.figueiroa@cprh.pe.gov.br

Conheça o plano de Manejo da RVS Mata do Outeiro do Pedro

Conheça o Diploma Legal do RVS Mata do Outeiro do Pedro

Conheça a Ficha Técnica do RVS Mata do Outeiro do Pedro