Rede de monitoramento

Pernambuco possui quatro estações automáticas de monitoramento da qualidade do ar, dotadas de equipamentos que coletam e analisam continuamente amostras do ar processando as informações geradas na forma de médias horárias. A rede é mantida pela Petrobrás, conforme a exigência da Licença de Operação da Refinaria Abreu e Lima e atualmente são geridas pela empresa Aires Serviços Ambientais, especializada em prover soluções e tecnologias ambientais na área de qualidade do ar, emissões atmosféricas e meteorologia.
As estações de monitoramento são instalações compactas e cada uma delas é composta por um conjunto de instrumentos de medição específicos para cada poluente que se deseja monitorar em determinada localidade. A CPRH acompanha os dados de forma on line (em tempo real de medição) e gera informações para a fiscalização, em caso não conformidades com os padrões estabelecidos pela legislação ambiental.
A figura abaixo corresponde à instalação completa, vistas de fora, e um dos equipamentos de medição que estão em seu interior.

 

 

 

 

 

 

 

 

Figura: Estação Ipojuca e analisador de óxido de nitrogênio

Poluentes monitorados

Os poluentes analisados por cada uma das estações estão relacionados na tabela abaixo e o detalhamento de cada um deles, características, fontes e efeitos ao meio ambiente e à saúde, está disponível na seção poluentes atmosféricos.
Clique aqui para ser direcionado a seção poluentes atmosféricos.

Poluentes x Estações de monitoramento

 

Poluente

Sigla

Estação de monitoramento

Ipojuca

Ed. Cupe

IFPE

CPRH

Material particulado

PM10

Dióxido de Enxofre

SO2

Ozônio

O3

Monóxido de carbono

CO

Hidróxido de amônia

NH3

Hidrocarbonetos não metânicos

NCH4

Metano

CH4

Hidrocarbonetos totais

HCT

Óxidos de Nitrogênio

NO, NO2 e NOx

Sulfeto de hidrogênio

H2S

 

Alguns desses poluentes como sulfeto de hidrogênio (H2S), amônia (NH3) e hidrocarbonetos não possuem padrões legislados no Brasil. Mesmo assim, a CPRH os monitora, considerando as emissões específicas na área do Complexo Industrial e Portuário de SUAPE.

Localização das estações

Estação Gaibu (desativada em 2020):

S 8° 19′ 44.37″ ( Y 9078795.19512 )
O 34° 57′ 22.66″ ( X 284553.14 )

Escola Professora Maria Thamar Leite da Fonseca, Rodovia PE 28 Km 8,8, S/N, Enseada dos Corais na cidade de Cabo se Santo Agostinho – CEP: 54500-990

Estação IFPE:

S 8° 23′ 5.45″ ( Y 9072568.87 )
O 35° 2′ 29.61″ ( X 275191.28 )

Rodovia PE 60, Califórnia na cidade de Ipojuca – PE, 55590-000

Estação Ipojuca:

S 8° 26′ 17.20″ ( Y 9066693.27 )
O 35° 0′ 45.43″ ( X 278409.48 )

Escola Frei Otto, Rua Secundino Hermínio da Silva, s/n, Nossa Sra. do O, na cidade de Ipojuca -PE, 55590-000

Estação Cprh:

S 8° 20’15.47″ ( Y 9077806.17 )
O 35° 1’19.82″ ( X 277300.99 )

Complexo Portuário de SUAPE, Rodovia PE – 60, S/N – Engenho Serraria – Na cidade do cabo de Santo Agostinho 54520-992

Estação Cupe:

S 8° 23′ 58.56″
O 35° 2′ 23.29″

Rodovia Estadual PE 60, Km 14,3 – Vila do Estaleiro, Condomínio Cupe, Ipojuca – PE, 55590-000